Logo ADESG

ADESG Associação dos Diplomados da Escola Superior de Guerra

Administração Nacional - RJ

Menu Principal

03:13

Menu Lateral

Você está em: ADESG » Notícias » M. Defesa » Aeronáutica » Visualizar notícia:

Diminuir FonteAumentar Fonte

ADESG - Sargento da FAB conhecida como Rainha da Floresta é referência na Orientação

Sargento da FAB conhecida como Rainha da Floresta é referência na Orientação

Na segunda reportagem da série, você conhece a trajetória da Especialista em Suprimentos de Aeronaves que virou atleta de elite da Força Aérea
Carioca de 29 anos, Especialista em Suprimentos de Aeronaves, grávida de oito meses e atleta desde que aprendeu a andar, a Sargento Soraya Gonçalves Cabral é também conhecida pelo título de “Rainha da Floresta”. Militar referência na Força Aérea Brasileira (FAB) quando o assunto é Orientação, a atleta de alto rendimento da Comissão de Desportos da Aeronáutica (CDA) carrega no currículo um histórico de bons resultados, o que lhe rendeu reconhecimento nacional e internacional no esporte.

“Sempre fui esportista e por isso cresci com um bom preparo físico. Meus pais sabiam da importância do esporte e me incentivavam a participar de várias modalidades. Já passei pelo balé, natação, corrida, jazz e capoeira. A orientação só entrou na minha vida quando entrei para a Escola de Especialistas, em 2004”, conta a Sargento Soraya.
Modalidade crescente no país e prevista como esporte olímpico a partir de 2020, a Orientação é um esporte em que os competidores precisam percorrer distâncias desconhecidas e passar por determinados pontos marcados no terreno no menor tempo possível. Equipados com mapas e bússula, os atletas precisam ter conhecimento de técnicas específicas, cartografia, além de ampla capacidade de raciocínio e condicionamento físico.

“É uma espécie de caça ao tesouro, onde a agilidade e o pensamento rápido são fundamentais no desempenho. Os benefícios da prática da orientação são tantos, matemática, geografia, ecologia, que várias escolas dos Estados Unidos e da Europa já o adotam como parte da grade curricular”, destaca a militar.

Ainda na Escola de Especialistas da Aeronáutica, em Guaratinguetá (SP), Soraya obteve os primeiros bons resultados na Orientação e ainda se destacou com o recorde no Teste de Avaliação do Condicionamento Físico (TACF) registrado entre todas as turmas da unidade, o que já a levaria a ficar conhecida na própria CDA.Soraya na formatura da Escola de Especialistas Arquivo Soraya Gonçalves Cabral

Recém formada, a Sargento partiu para a Diretoria de Material Aeronáutico e Bélico da Aeronáutica (DIRMAB), no Rio de Janeiro, onde conciliava a rotina diária com os treinamentos. “Sou muito grata aos meus superiores na DIRMAB. Se não fosse o apoio e a compreensão para que eu participasse dos treinos e dos campeonatos talvez não tivesse alcançado os resultados que vieram depois”, lembra a atleta.

Como parte do efetivo da CDA, em 2006, Soraya passou a se dedicar exclusivamente ao esporte. Com uma rotina de treinamento que começava às 6h da manhã e só terminava às 17h, a carioca dividia o tempo entre melhorar o condicionamento físico e técnicas específicas do esporte.

Nos anos seguintes, a Sargento representou a FAB em diversos campeonatos e torneios de Orientação em equipe e no individual. Em 2006, 2007 e 2008, foi campeã por equipe do CAMORFA, o Campeonato de Orientação das Forças Armadas. Ao todo foram quatro mundiais entre 2007 e 2011. Ainda em 2007, Soraya conquistou o primeiro lugar individual no 9° Campeonato Croata de Orientação, em Fuzine, na Croácia. Em 2008 participou do Mundial Militar na Lituânia e, em 2010, competiu na Noruega. “A experiência internacional foi outro benefício que o esporte me trouxe. Conhecer outras culturas, outros povos, diferentes costumes construiu a mulher que sou hoje”, resume.

“Foi em 2010 que consegui os melhores resultados e, com eles, cheguei ao terceiro lugar do ranking feminino nacional de Orientação”. Durante o principal ano de sua carreira, Sargento Soraya ganhou o percurso longo do Sul-Americano, diversos títulos brasileiros, além do título de “Rainha da Floresta”, por ter realizado em menor tempo as rotas propostas como desafiadoras durante os cinco percursos do torneio “5 Dias de Orientação do Brasil”, na cidade de Cachoeiras de Macacu (RJ).

Sargento Soraya no Mundial Militar na Lituâniam, em 2008 Arquivo Soraya Gonçalves CabralO ano seguinte trouxe a histórica medalha de bronze nos 5° Jogos Mundiais Militares, no Rio de Janeiro, e garantiu colocação entre as 20 melhores mulheres do mundo na especialidade percurso longo.

Em 2013, Soraya foi campeã no Orienteering Week In Paraty e conquistou o título de tetra-campeã por equipe da CAMORFA, na cidade de Ponta Grossa (PR). Mas foi um acontecimento no âmbito pessoal que marcou o ano da Soraya. A atenção da atleta agora está na filha Sarah, que deve nascer em abril. “Estou focada no agora. Quero aproveitar e acompanhar bem a gravidez. Mesmo assim, penso também no retorno. Minha equipe médica é desportista e eu tento me manter em forma. Quero me cuidar como atleta e como mãe”, explicou.

No início de 2014 o reconhecimento de todo seu trabalho veio na forma de mais uma medalha, dessa vez de Mérito Desportivo Militar concedida pelo Ministério da Defesa.

Sobre o esporte, Soraya ressalta a necessidade do Brasil investir em esportes além do futebol. “Precisamos olhar para outras modalidades. O cenário já melhorou, mas ainda existem muitos atletas que precisam e merecem suporte financeiro, médico, nutricional e de estrutura necessários para se obter bons resultados nos campeonatos”, alerta a militar. “Os benefícios do esporte são incalculáveis. Além de fundamental para a saúde, influencia na integração social e na formação profissional e pessoal das pessoas. Um atleta desenvolve outra visão de mundo, as barreiras se estendem”, completa.

Fonte: FAB

« voltar

Notícias Relacionadas

» Veja todas as notícias

Entre em contato

"Um só Coração e uma só Alma pelo Brasil" Logo ADESG ADESG Nacional - +55 (21) 2262-6400
Palácio Duque de Caxias
Praça Duque de Caxias nº 25 - 6º andar - Ala Marcílio Dias
CEP 20221-260 - Rio de Janeiro - RJ