Logo ADESG

ADESG Associação dos Diplomados da Escola Superior de Guerra

Administração Nacional - RJ

Menu Principal

17:02

Menu Lateral

Você está em: ADESG » Notícias » Geral » Saúde » Visualizar notícia:

Diminuir FonteAumentar Fonte

ADESG - Reestruturação de hospitais federais no Rio teve injeção de R$ 110 mi no primeiro ano do programa

Reestruturação de hospitais federais no Rio teve injeção de R$ 110 mi no primeiro ano do programa

Seis hospitais que fazem parte da rede federal no estado receberam R$ 110 milhões para a execução de 145 obras no primeiro ano do Projeto de Reestruturação e Qualificação da Gestão dos Hospitais Federais no Rio de Janeiro. Os dados foram apresentados hoje (5) pelo Ministério da Saúde no Hospital dos Servidores do Estado.

Além de melhorar a infraestrutura das unidades federais, o processo prevê também o intercâmbio de tecnologia e do sistema de gestão com hospitais filantrópicos de excelência do país, dentre eles o Albert Einstein; Oswaldo Cruz; do Coração; Samaritano; Sírio-Libanês, de São Paulo; e Moinhos de Vento, de Porto Alegre.

Seis hospitais fazem parte da rede federal no Rio: Hospital do Andaraí, de Bonsucesso, Cardoso Fontes, Ipanema, Lagoa e Servidores do Estado. O diretor do Departamento de Gestão Hospitalar do Ministério da Saúde, Oscar Berro, disse que, além das obras, o investimento incluiu a contratação de 3.500 servidores e a ampliação em 150 no número de leitos disponíveis.

Ele ressaltou a importância da capacitação dos servidores. “Não adianta você construir prédio, colocar os equipamentos mais modernos se você não investir no homem, que é quem toca o setor de saúde. A matéria-prima são os profissionais. Neste momento, estão sendo treinados mais de 2.500 profissionais, inclusive sendo treinados todo sábado e domingo para procedimentos de manutenção de vida em estágios críticos”, afirmou.

Além de divulgar os dados, o ministério assinou um protocolo de cooperação com as secretarias de Saúde do estado e do município. O objetivo é promover uma maior integração da rede hospitalar federal com as demandas atendidas pelas centrais de regulação municipal e estadual, agilizando o atendimento à população prestado pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

Com a reestruturação da logística, as autoridades de Saúde saberão antecipadamente se existem leitos disponíveis nos hospitais federais da cidade, otimizando o atendimento.

Fonte: Da Agência Brasil

« voltar

Notícias Relacionadas

» Veja todas as notícias

Entre em contato

"Um só Coração e uma só Alma pelo Brasil" Logo ADESG ADESG Nacional - +55 (21) 2262-6400
Palácio Duque de Caxias
Praça Duque de Caxias nº 25 - 6º andar - Ala Marcílio Dias
CEP 20221-260 - Rio de Janeiro - RJ