Logo ADESG

ADESG Associação dos Diplomados da Escola Superior de Guerra

Administração Nacional - RJ

Menu Principal

20:26

Menu Lateral

Você está em: ADESG » Notícias » Geral » Cidadania » Visualizar notícia:

Diminuir FonteAumentar Fonte

ADESG - Projeto Rondon realizará ações em Mato Grosso

Projeto Rondon realizará ações em Mato Grosso

No próximo sábado (dia 9), às 10h30, será realizada em Cuiabá, na sede do governo estadual (Palácio Paiaguás), a cerimônia de abertura da Operação "Paiaguás" do Projeto Rondon, que atenderá comunidades dos municípios de Alto Paraguai, Cáceres, Poxoréo e Santo Afonso.

Coordenado pelo Ministério da Defesa, o Projeto Rondon é uma ação governamental que, em parceria com instituições de ensino superior e outros ministérios, visa a somar esforços com autoridades municipais e lideranças comunitárias com a finalidade de contribuir com o desenvolvimento local sustentável e na construção e promoção da cidadania.

A Operação Paiaguás, que vai acontecer até o dia 23 de janeiro, contará com a participação de 90 "rondonistas" matogrossenses de diversas áreas (Cultura, Direitos Humanos, Educação, Saúde, Comunicação, Tecnologia e Produção, Meio Ambiente e Trabalho) das Universidades de Cuiabá, do Estado de Mato Grosso e do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso. O Projeto ainda conta com a participação dos Ministérios do Desenvolvimento Agrário, do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, da Educação, da Integração Nacional, do Meio Ambiente, da Saúde e da Secretaria de Governo da Presidência da República.

De acordo com o coordenador do Projeto Rondon, coronel Djalma Abrantes da Cruz, a expectativa é atingir um universo de cerca de 20 mil pessoas entre membros da comunidade, gestores educacionais, professores, estudantes, profissionais de saúde, merendeiras, assistentes sociais e outros agentes públicos. "A nossa intenção é que todos multipliquem o conhecimento", destacou o coordenador.

“O Projeto Rondon cria oportunidades para que os estudantes universitários possam interagir com as comunidades carentes, socializando seus saberes e produzindo soluções inovadoras e duradoras”, salientou o coronel Abrantes. Durante a Operação, os rondonistas realizarão palestras e oficinas abordando temas como "Técnicas simplificadas de composição de refeição balanceada", "Estatuto da Criança e do Adolescente", "Doenças Sexualmente Transmissíveis", "Violência contra a Mulher", "Informática Básica", "Cultivo e Armazenamento de Alimentos Orgânicos", "Secagem e Preparo de Ervas para Uso em Chás e Temperos", "Como se Tornar um Microeempreendedor Individual", "Lendas para a Produção de Livros e Textos", "Saúde Bucal", "Métodos Contraceptivos" e "Plantas Medicinais".

Em outra frente de atuação, o Projeto Rondon também estará no estado do Maranhão. A operação, batizada de Bacuri, será realizada entre os dias 16 e 30 de janeiro e contemplará as cidades de Bacuri, Conceição do Lago Açu, Governador Newton Bello, Saturbinha e Serrano do Maranhão.

Paiaguás

O nome da Operação foi escolhido em homenagem ao governo de Mato Grosso, lembrando o nome da sua sede, na capital Cuiabá. Também faz referência à etnia indígena que vivia na região e que era caracterizada pela tenacidade, fibra e coragem em combate. A edição faz parte também da celebração dos 150 anos de nascimento do marechal Cândido Mariano Rondon, que desbravou o território nacional no início do século XX.

Projeto Rondon

Desenvolvido pelo Ministério da Defesa, em parceria com Instituições de Ensino Superior (IES) públicas e privadas, o projeto foi criado, em 1967, como resultado de uma pesquisa sociológica desenvolvida pela Universidade do então Estado da Guanabara, atual Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), e da Escola de Comando e Estado-Maior do Exército.

O Projeto Rondon beneficia os municípios selecionados com o envio de professores e alunos universitários de diferentes áreas do conhecimento. Junto com as lideranças locais, os “rondonistas” atuam na melhoria da qualidade de vida das comunidades e também no aumento da eficiência da administração municipal.

Ferramenta de transformação e conscientização social, tanto dos universitários quanto das comunidades beneficiadas, o Projeto Rondon prioriza a formação de multiplicadores entre produtores, agentes públicos, professores e lideranças locais. Com isso, permite que as ações tenham efeitos duradouros, favorecendo no longo prazo a população, a economia, o meio ambiente e a administração locais.

Em função de sua grande cobertura territorial, o Rondon tem nas Forças Armadas um parceiro indispensável no apoio logístico. Os grandes deslocamentos são feitos em aeronaves da Força Aérea Brasileira. Os deslocamentos fluviais são proporcionados pela Marinha do Brasil. A concentração, o alojamento, a alimentação, o transporte local, bem como a segurança das equipes, são proporcionados pelas unidades do Exército Brasileiro sediadas nas áreas de operações.

Desde a sua retomada, em 2005, após interrupção dos trabalhos em 1989, o Projeto Rondon já atendeu em torno de 830 municípios, contando com a participação de quase 14 mil professores e estudantes universitários.

Fonte: Por Alexandre Gonzaga Assessoria de Comunicação Ministério da Defesa

« voltar

Notícias Relacionadas

» Veja todas as notícias

Entre em contato

"Um só Coração e uma só Alma pelo Brasil" Logo ADESG ADESG Nacional - +55 (21) 2262-6400
Palácio Duque de Caxias
Praça Duque de Caxias nº 25 - 6º andar - Ala Marcílio Dias
CEP 20221-260 - Rio de Janeiro - RJ