Logo ADESG

ADESG Associação dos Diplomados da Escola Superior de Guerra

Administração Nacional - RJ

Menu Principal

01:27

Menu Lateral

Você está em: ADESG » Notícias » Geral » Roraima » Visualizar notícia:

Diminuir FonteAumentar Fonte

ADESG - Professora da Universidade Federal de Roraima realiza pesquisa na área de apicultura

Professora da Universidade Federal de Roraima realiza pesquisa na área de apicultura

No inverno, a quantidade de néctar nas flores diminui. A substância é o alimento energético utilizado pelas abelhas, que ficam com fome dentro da colmeia. Parte vai embora e outra fica, enfraquecendo o enxame.

Com a escassez de alimento, um grupo de abelhas deixa suas caixas e sai em busca de comida, o que é denominado de enxameação. Quando a chuva cessa e o néctar fica nas flores as abelhas retornam. Nesse período de baixa produção, os apicultores perdem uma parte do enxame e na época de florada, período de alta produção, as abelhas demoram a produzir mel.

É onde entra o trabalho da professora Gardênia Holanda Cabral, de Departamento de Zootecnia da UFRR, por meio do projeto Avaliação da Suplementação Alimentar no Desenvolvimento de colônia de apis melífera, (abelha africana muito encontrada na região roraimense).

O trabalho foi feito com o intuito de desenvolver ações específicas para alimentar as abelhas no período crítico, quando falta comida na natureza. Assim elas ficam fortalecidas e quando chegarem à época de florada estarão com o enxame forte.

O projeto é desenvolvido no campus Cauamé da UFRR, num apiário com 20 colmeias. São vários tipos de alimentação desenvolvidos pelos próprios pesquisadores a base de pupunha e outras frutas.

Em agosto, os pesquisadores param de alimentar as abelhas, uma vez que já existe oferta de pólen e néctar pelas flores. Será observada a produção de mel das mesmas caixas que foram alimentadas no período crítico e qual ração proporcionou maior crescimento das abelhas, na produção de mel e no seu desenvolvimento.

De acordo com a professora Gardênia Holanda, o apicultor perde tempo na produção quando há enxameação. Se ele mantiver o enxame forte em períodos críticos quando a florada chegar já vai estar um passo a frente na produção de mel.

Fonte: UFRR

« voltar

Notícias Relacionadas

» Veja todas as notícias

Entre em contato

"Um só Coração e uma só Alma pelo Brasil" Logo ADESG ADESG Nacional - +55 (21) 2262-6400
Palácio Duque de Caxias
Praça Duque de Caxias nº 25 - 6º andar - Ala Marcílio Dias
CEP 20221-260 - Rio de Janeiro - RJ