Logo ADESG

ADESG Associação dos Diplomados da Escola Superior de Guerra

Administração Nacional - RJ

Menu Principal

18:51

Menu Lateral

Você está em: ADESG » Notícias » Geral » Internacional » Visualizar notícia:

Diminuir FonteAumentar Fonte

ADESG - Partido Comunista de Cuba se reúne para definir mudanças na economia do país

Partido Comunista de Cuba se reúne para definir mudanças na economia do país

Os 811 dirigentes do Partido Comunista de Cuba estão reunidos em Havana, na 1ª Conferência Nacional do ano. O objetivo é aprofundar os debates sobre as mudanças na economia interna. O presidente cubano, Raúl Castro, defende o que chama de “mudança de mentalidade”. Foi a alternativa encontrada por ele para tentar driblar as dificuldades causadas por quase 50 anos de embargo econômico imposto pelos Estados Unidos.

Nos últimos dois anos, o governo Raúl Castro adotou uma série de medidas que abrem a economia do país, como o estímulo à demissão voluntária dos funcionários públicos, liberação de compra de automóveis e imóveis, além de permissão para atividades autônomas.

Às vésperas da 1ª Conferência Nacional, o presidente cubano enviou sua mensagem ao país: “Ou mudamos ou vamos desperdiçar os esforços de gerações inteiras”. Segundo ele, a única força política no país deve “mudar de mentalidade” ao denunciar a corrupção, a burocracia e a inércia, bem como retificar os “erros” do passado.

Também estará em debate a ampliação dos mandatos dos líderes partidários de dois anos para cinco. A mudança favorece, por exemplo, Raúl Castro que está com 80 anos e é o presidente da República, do Conselho de Ministros e primeiro-secretário do Partido Comunista cubano.

A média de idade elevada entre os dirigentes políticos em Cuba é um dos fatos que preocupa Raúl Castro. Dos 15 membros do comitê político, eleito em abril de 2011, apenas três têm menos de 65 anos. O Partido Comunista de Cuba tem mais de 800 mil integrantes. É a única força política do país com pouco mais de 11 milhões de habitantes.

Na segunda-feira (30), a presidente Dilma Rousseff e uma comitiva de ministros seguem para Havana, em Cuba, onde ficam até terça-feira. O objetivo da visita, segundo assessores que organizam a viagem, é intensificar as parcerias entre Cuba e Brasil e apoiar as mudanças em curso no país.

Fonte: Renata Giraldi*Repórter da Agência Brasil

« voltar

Notícias Relacionadas

» Veja todas as notícias

Entre em contato

"Um só Coração e uma só Alma pelo Brasil" Logo ADESG ADESG Nacional - +55 (21) 2262-6400
Palácio Duque de Caxias
Praça Duque de Caxias nº 25 - 6º andar - Ala Marcílio Dias
CEP 20221-260 - Rio de Janeiro - RJ