Logo ADESG

ADESG Associação dos Diplomados da Escola Superior de Guerra

Administração Nacional - RJ

Menu Principal

08:05

Menu Lateral

Você está em: ADESG » Notícias » Geral » Ciência » Visualizar notícia:

Diminuir FonteAumentar Fonte

ADESG - Olimpíada Internacional de Astronomia e Astrofísica realiza prova observacional

Olimpíada Internacional de Astronomia e Astrofísica realiza prova observacional

Localização de estrelas e constelações, manuseio de telescópios e medições específicas fizeram parte das atividades cobradas dos competidores, nesta semana na 6ª Olimpíada Internacional de Astronomia e Astrofísica (International Olympiad on Astronomy Astrophysics – IOAA), que se realiza em Vassouras (RJ), com encerramento previsto para a próxima segunda-feira (13). O evento é promovido pelo Museu de Astronomia e Ciências Afins (MAST/MCTI)

Participam do evento estudantes dos 27 países participantes realizaram a Prova Observacional da 6ª Olimpíada Internacional de Astronomia e Astrofísica (IOAA), muito aguardada pela maioria dos estudantes, por incluir o conhecimento do céu do hemisfério sul. “Quero olhar para esse céu, que parece fascinante”, disse o estudante Stanislav Fort, da República Tcheca, que já participou de duas edições da IOAA.

Durante a realização da prova, o colombiano Jeyson Támara Isaza se emocionou ao lembrar um ditado popular em seu país: “Uma vez me disseram que as pessoas não devem te desejar sorte porque isso é para medíocres, mas devem te desejar êxito, porque você é um ganhador. Eu sou um ganhador por estar aqui”.

O paulista Pedro Rangel Caetano estava animado após a prova. “Fiz um bom teste, estou aliviado. Agora, vejo que vale a pena ser o diferente da minha turma, o cara que gosta de astronomia. É muito gratificante olhar para o céu, identificar e se deslumbrar com os corpos celestes”.

Semana de Astronomia

Enquanto os competidores da 6ª IOAA estavam confinados no hotel realizando as provas, a população de Vassouras aproveitava as exposições, palestras e aparatos interativos da Semana de Astronomia.

Na Casa de Cultura, cerca de 100 estudantes de escolas municipais se deslumbravam ao identificar as constelações indígenas estampadas em grandes painéis. Durante a palestra sobre o Céu Tupi-Guarani, o astrônomo do Museu da Amazônia, Germano Bruno Afonso, mostrou –por meio de um software – o céu da cidade sul fluminense, fazendo associação com desenhos das constelações indígenas.

“Meu objetivo é fazer com que o público conheça as constelações dos índios, que afinal, são nossa tradição. Mas, principalmente, quero despertar nesses estudantes o interesse em olhar para o céu e tentar identificar os corpos celestes sobre os quais estamos falando, como a grande constelação da Ema, por exemplo”, explicou Germano.

Ao final da apresentação, Gabriela Carvalho, de 13 anos, provou que a lição foi aprendida: “Como os índios não tinham escrita oficial antigamente, eles criaram seus próprios métodos de comunicação e a leitura das constelações – e histórias sobre elas – eram um dos modos de manter a tradição da tribo, ou seja, os povos antigos liam nas estrelas”.

No outro lado da cidade, estudantes chegavam curiosos para conhecer a Caravana da Ciência, instalada no centro de Vassouras. Matheus Silva, de sei anos, se esforçava para gerar energia elétrica através da força mecânica que aplicava ao pedalar uma bicicleta. “Se eu correr aqui, consigo acender aquela luz”, explicava.

Ricardo Albuquerque, de nove anos, foi conhecer a caravana em busca de um astrônomo. Enquanto pedalava uma das bicicletas, o menino explicava porque queria seguir a carreira: “Eu quero ser astrônomo para ficar observando o céu e procurando outros astros. Quero também pesquisar por que vemos o brilho de estrelas que já morreram. É importante estudar o passado para entender o nosso presente”.

Fonte: mct

« voltar

Notícias Relacionadas

» Veja todas as notícias

Entre em contato

"Um só Coração e uma só Alma pelo Brasil" Logo ADESG ADESG Nacional - +55 (21) 2262-6400
Palácio Duque de Caxias
Praça Duque de Caxias nº 25 - 6º andar - Ala Marcílio Dias
CEP 20221-260 - Rio de Janeiro - RJ