Logo ADESG

ADESG Associação dos Diplomados da Escola Superior de Guerra

Administração Nacional - RJ

Menu Principal

12:10

Menu Lateral

Você está em: ADESG » Notícias » Geral » Ciência » Visualizar notícia:

Diminuir FonteAumentar Fonte

ADESG - Observatório Gemini recebe propostas para pesquisa de planetas

 Observatório Gemini recebe propostas para pesquisa de planetas

O Escritório Brasileiro do Observatório Gemini (BrGO), no Laboratório Nacional de Astrofísica (LNA), em Itajubá (MG), tem aberta uma chamada para propostas de programas no modo Early Science (ciência inicial) usando o novo Imageador de Planetas do Gemini (GPI, na sigla em inglês).

O prazo para submissão das propostas vai até o próximo dia 28. As observações, em modo risco compartilhado, serão executadas em abril.

A chamada é uma oportunidade imediata para a comunidade começar a usar o novo instrumento. O comissionamento do GPI ainda não está completo, portanto as informações disponíveis sobre o seu desempenho ainda são preliminares e podem não corresponder à capacidade final do equipamento.

Na modalidade Early Science, os usuários experimentam as capacidades do sistema e contribuem com a verificação de sua prontidão.

O GPI passou cerca de uma década em desenvolvimento e foi instalado e colocado para funcionar no telescópio Gemini Sul em novembro de 2013. É o primeiro instrumento projetado inteiramente para obter imagens diretas de exoplanetas, ou seja, imagens de planetas em torno de estrelas fora do Sistema Solar.

Ele possibilitará obter imagens e estudar a atmosfera de planetas em torno de estrelas brilhantes. Também será uma excelente ferramenta para estudar discos de poeira em torno de estrelas jovens, onde há sistemas planetários em fase de formação.

Compartilhamento – O GPI utiliza detectores sensíveis à luz infravermelha, ou seja, é capaz de detectar a radiação térmica de planetas jovens do tamanho de Júpiter. Combina diversas tecnologias, dentre elas um sistema de óptica adaptativa extrema, um sistema de coronógrafo, um espectrógrafo de campo integral de baixa resolução (cada pixel na imagem fornece um espectro) e um polarímetro. Com isso, será possível estudar em detalhes qualquer planeta observado.

O Observatório Gemini consiste em dois telescópios idênticos, em operação no visível e no infravermelho, cujos espelhos principais têm 8,1 metros de diâmetro e apenas 10 cm de espessura, localizados em dois dos melhores lugares do planeta para observar o universo. Juntos, conseguem observar o céu inteiro.

O telescópio Gemini Sul se localiza a 2.720 m de altitude, numa montanha dos Andes chilenos chamada Cerro Pachón. Situado na parte sul do deserto mais seco do mundo, o de Atacama, Cerro Pachón proporciona a melhor combinação entre condições de tempo, altitude e latitude mais austral do Hemisfério Sul. Os recursos de Cerro Pachón são compartilhados com o vizinho telescópio Soar e os telescópios do Observatório Inter-Americano de Cerro Tololo.

O Telescópio Gemini Norte Frederick C. Gillett fica no vulcão adormecido Mauna Kea, a 4.220 m de altitude, no Havaí, Estados Unidos. Ele é parte da comunidade internacional de observatórios, que foi construída naquele sítio para aproveitar as excelentes vantagens das condições atmosféricas locais. A sede internacional do Observatório Gemini está na Universidade do Havaí no Parque Universitário de Hilo, Havaí.

O Gemini foi construído e é operado por um consórcio integrado por Estados Unidos, Reino Unido, Canadá, Chile, Austrália, Brasil e Argentina. Qualquer astrônomo destes países pode submeter projetos para locação de tempo de uso no Gemini. O tempo de uso é partilhado entre os membros de acordo com o apoio financeiro dos países. Assim, o Brasil tem direito a 2,31% do tempo de telescópio destinado a observações científicas.

Fonte: Com informações da Ascom do MCTI e LNA

« voltar

Notícias Relacionadas

» Veja todas as notícias

Entre em contato

"Um só Coração e uma só Alma pelo Brasil" Logo ADESG ADESG Nacional - +55 (21) 2262-6400
Palácio Duque de Caxias
Praça Duque de Caxias nº 25 - 6º andar - Ala Marcílio Dias
CEP 20221-260 - Rio de Janeiro - RJ