Logo ADESG

ADESG Associação dos Diplomados da Escola Superior de Guerra

Administração Nacional - RJ

Menu Principal

20:43

Menu Lateral

Você está em: ADESG » Notícias » M. Defesa » Exército » Visualizar notícia:

Diminuir FonteAumentar Fonte

ADESG - Exército Brasileiro em combate ao mosquito Aedes aegypti.

Exército Brasileiro em combate ao mosquito Aedes aegypti.

Devido à sua capilaridade, à flexibilidade que lhe permite atuar em diferentes ambientes e à prontidão para dar resposta imediata às demandas, o Exército Brasileiro está participando da campanha de combate ao mosquito Aedes aegypti.
Após a capacitação realizada por especialistas, militares estão nas ruas, desde o início de dezembro, atuando com sua “Mão Amiga” em prol da sociedade, orientando a população, identificando e eliminando possíveis locais de proliferação do mosquito e apoiando o trabalho de agentes de saúde.
Abaixo é possível ver, por Estado da Federação, as atividades já concretizadas e algumas que ainda estão em andamento, com atualização até o dia 5 de fevereiro.

Pernambuco:
Com um efetivo total de 531 militares envolvidos, a chamada Operação Água Limpa tem por objetivo cooperar com o Governo Estadual, o Ministério da Integração e o Ministério da Saúde no combate ao mosquito transmissor do zika vírus, da dengue e da febre chikungunya. As atividades tiveram início em 7 de dezembro e não têm previsão de término. Atuam na missão o 4º Batalhão de Comunicações, o 4º Batalhão de Polícia do Exército, o 14º Batalhão de Infantaria Motorizado, o 7º Grupo de Artilharia de Campanha, a 10ª Companhia de Engenharia de Combate e o 71º Batalhão de Infantaria Motorizado.

Espírito Santo:
A Operação Espírito Santo tem o mesmo objetivo da Operação Água Limpa. As atividades realizadas pelo 38º Batalhão de Infantaria envolveram, até o momento, 20 militares e estão ocorrendo desde o dia 8 de dezembro, também sem previsão de encerramento.

Mato Grosso do Sul:
Nesse Estado, as atividades estão sendo desencadeadas, desde 8 de dezembro, em duas cidades: na Capital (Campo Grande) e em Coxim. Sob a coordenação do Comando Militar do Oeste, têm por objetivo apoiar a Prefeitura Municipal nas ações de combate aos focos do mosquito Aedes aegypiti. Na Capital, 62 militares estão empenhados; já em Coxim, 34 militares atuam contra o mosquito, com previsão de encerrar os trabalhos em 18 de fevereiro.

Rio Grande do Sul:
Com o objetivo de apoiar a Defesa Civil e o município de Santa Rosa (RS) no combate ao mosquito Aedes aegypiti, as ações foram divididas em duas etapas: a primeira de 21 a 23 de dezembro e a segunda de 28 a 30 de dezembro. Ao todo foram empregados 155 militares da 3ª Divisão de Exército, da 1ª Brigada de Cavalaria Mecanizada e do 19º Regimento de Cavalaria Mecanizado.

Acre:
A Operação de Apoio às Ações de Combate ao Mosquito Aedes aegypiti, no Acre, tem como objetivo colaborar com a Secretaria Municipal de Saúde de Rio Branco no combate ao mosquito. A cargo do 4º Batalhão de Infantaria de Selva, iniciou em 21 de dezembro e tem previsão de acabar em 31 de janeiro. Teve, até o momento, 15 militares envolvidos.

Distrito Federal:
A Operação Mão Amiga tem por objetivo colaborar na prevenção e no combate aos transmissores da dengue e da febre Chikungunya, trabalhando de forma articulada com a Secretaria de Saúde, o Corpo de Bombeiros e outras agências do Governo do Distrito Federal. Iniciou em 21 de dezembro e já envolveu 118 militares. Existe a previsão de ser finalizada em 17 de junho de 2016. As organizações militares que estão atuando nessa Operação são: o Batalhão da Guarda Presidencial, o Batalhão de Polícia do Exército de Brasília, o 1º Regimento de Cavalaria de Guarda, a Base de Administração e Apoio do Comando Militar do Planalto, o 16º Batalhão Logístico e o 11º Grupo de Artilharia Antiaérea.

Fonte: Exército

« voltar

Notícias Relacionadas

» Veja todas as notícias

Entre em contato

"Um só Coração e uma só Alma pelo Brasil" Logo ADESG ADESG Nacional - +55 (21) 2262-6400
Palácio Duque de Caxias
Praça Duque de Caxias nº 25 - 6º andar - Ala Marcílio Dias
CEP 20221-260 - Rio de Janeiro - RJ