Logo ADESG

ADESG Associação dos Diplomados da Escola Superior de Guerra

Administração Nacional - RJ

Menu Principal

10:39

Menu Lateral

Você está em: ADESG » Notícias » Geral » Educação » Visualizar notícia:

Diminuir FonteAumentar Fonte

ADESG - Eventos em Brasília alertam para a violência contra idosos

Eventos em Brasília alertam para a violência contra idosos

Com apresentação de palestras e peças de teatro educativo, começou hoje no Distrito Federal a Semana de Combate à Violência contra a Pessoa Idosa. O objetivo da campanha, promovida pela Secretaria Especial do Idoso, é alertar e envolver a sociedade na erradicação de todas as formas de agressão enfrentadas pelas pessoas da terceira idade, disse o secretário do Idoso, Ricardo Quirino.
A programação completa pode ser consultada no site da secretaria na internet. A campanha prossegue até o dia 15 com atividades em vários locais da capital federal.
De acordo com Ricardo Quirino, a violência contra idosos vem crescendo com o próprio aumento da população da terceira idade e com a maior percepção da sociedade quanto ao problema.
“Graças às campanhas de conscientização, as pessoas estão denunciando mais. No entanto, a violência contra o idoso é muito complicada [de identificar], dificilmente a vítima faz as denúncias, geralmente [a denúncia] vem de terceiros. Mais de 90% das agressões estão no ambiente familiar e envolve a violência física, psicológica e financeira, então o idoso acaba se tornando refém dos familiares”, contou Quirino.
O secretário do Idoso explicou que as denúncias chegam à secretaria por meio da Ouvidoria, e depois são encaminhadas para os órgãos competentes, como a Central Judicial do Idoso – instalada no 3º andar do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT) – e o Ministério Público.
“Aquelas [queixas] que identificamos como caso de polícia, encaminhamos para os órgãos policiais. Temos trabalhado contra a violência do idoso, eles merecem respeito. Os maus tratos contra idosos é crime e a melhor maneira de proteger é denunciar”, afirmou. Segundo Quirino, dependendo do caso, o agressor pode pegar até 12 anos de prisão.
De acordo com a delegada Ana Cristina Santiago, a Delegacia da Mulher do Distrito Federal tem “um olhar diferenciado” para a violência contra a mulher e o idoso, e está preparada para atender essas vítimas. “Foram criadas em todas as delegacias seções diferenciadas para atender os idosos. O ponto positivo é a abrangência de encarar a violência contra a mulher e o idoso”, ressaltou.

Fonte: Da Agência Brasil

« voltar

Notícias Relacionadas

» Veja todas as notícias

Entre em contato

"Um só Coração e uma só Alma pelo Brasil" Logo ADESG ADESG Nacional - +55 (21) 2262-6400
Palácio Duque de Caxias
Praça Duque de Caxias nº 25 - 6º andar - Ala Marcílio Dias
CEP 20221-260 - Rio de Janeiro - RJ