Logo ADESG

ADESG Associação dos Diplomados da Escola Superior de Guerra

Administração Nacional - RJ

Menu Principal

22:51

Menu Lateral

Você está em: ADESG » Notícias » Geral » Tecnologia » Visualizar notícia:

Diminuir FonteAumentar Fonte

ADESG - E-gates são testados no aeroporto de Cumbica em São Paulo

E-gates são testados no aeroporto de Cumbica em São Paulo

Os passageiros de voos internacionais que passam pelo Aeroporto Internacional de Cumbica, em Guarulhos (SP), poderão testar um novo mecanismo para de leitura de passaporte. Ao invés das convencionais cabines da Polícia Federal onde o documento é inspecionado, o passageiro usará um portão eletrônico, também conhecido como e-gate.

Ao todo a concessionária do aeroporto, GRU Airport, instalou 16 e-gates que são operados pela PF e estão sendo usados em fase de testes. O delegado-chefe da PF no aeroporto, Wagner Castilho conta que o equipamento faz a leitura do chip contido nos passaportes. “O chip tem muito mais informação do que as que estão na caderneta. Estão acumuladas tanto as informações cadastrais e como as biométricas”. Com os dados, o equipamento faz dois tipos de leitura: autenticida do documento e características físicas do passageiro.

A primeira avalia a autenticidade do material e os dados cadastrais. “Se for materialmente autêntico, com os itens de segurança ativos, o portão se abre. Se não abrir por algum motivo, um policial vai verificar a ocorrência”. Depois, a máquina faz a leitura da biometria do passageiro verificando dados como cor do cabelo, altura, cor dos olhos e comparando com a foto e os dados contidos no chip. As informações são cruzadas também com os bancos de dados usados pela Polícia Federal, inclusive o da Interpol. “Se o passageiro não tem restrição em nenhum banco de dados, a porta abre”, explica o delegado. Caso o portão permaneça fechado por alguma irregularidade nos dados, um agente será alertado.

Hoje no Brasil, mais de 7 milhões de passaportes já possuem o chip. A expectativa é de que até 2016, todos contenham a tecnologia. Os estudos sobre o uso do e-gate começaram há 5 anos. Castilho conta que além de acompanhar o uso do equipamento em outros países, a corporação também fez diversos testes antes da utilização com passageiros. “Na América Latina somos pioneiros. Existe um padrão, especificidades que devem ser cumpridas pelo equipamento. Esse é um equipamento de ponta”.

Segundo a PF, o aeroporto de Guarulhos recebe cerca de 12 milhões de passageiros para voos internacionais por ano. O sistema será usado apenas por brasileiros maiores de 18 anos. Para os menores, o trâmite atual permanece por questões de segurança, já que é necessário apresentar uma autorização para a viagem.

A concessionária GRU Airport acredita que o uso do e-gate vai reduzir o tempo de permanência do passageiro em filas de 3 minutos para 30 segundos e que até o dia 2 de janeiro o recurso passe a fazer parte da rotina e atenda a todos os passageiros do aeroporto. Apesar do uso do e-gate, as cabines da Polícia Federal não serão dispensadas e continuarão funcionando e atendendo as pessoas que não possuem o passaporte com chip.

Fonte: Michèlle Canes - Repórter da Agência Brasil

« voltar

Notícias Relacionadas

» Veja todas as notícias

Entre em contato

"Um só Coração e uma só Alma pelo Brasil" Logo ADESG ADESG Nacional - +55 (21) 2262-6400
Palácio Duque de Caxias
Praça Duque de Caxias nº 25 - 6º andar - Ala Marcílio Dias
CEP 20221-260 - Rio de Janeiro - RJ